Heitor dos Prazeres (1898-1966)

Nasceu no Rio de Janeiro, em 1898, e faleceu na mesma cidade em 1966. Cresceu na cercanias da zona do Mangue e da Praça 11. Aos 7 anos de idade trabalhava na rua. Frequentou as primeiras rodas de samba na casa da Tia Ciata. Está entre os fundadores da escola de samba Mangueira; e também 'Vai Como Pode', hoje Portela, nos anos 20.

Expoente do cavaquinho, criou um método revolucionário para o instrumento. Compositor, instrumentista e letrista, em parceria com Noel Rosa compôs a música carnavalesca Pierrô Apaixonado. Notabilizou-se como compositor de música popular. Em meados dos anos 30 começou a pintar mulatas, malandros, o samba e o mundo da favela. Participou da Bienal de São Paulo em 1951. Fez diversas individuais no Brasil e mostras nacionais e internacionais. Um se seus quadros foi adquirido pela rainha da Inglaterra.
  Heitorzinho dos Prazeres

“A pintura e a música sempre fizeram parte de minha vida, o meu choro era acompanhado por cavaquinho e violão, meu sorriso provocado pelas cócegas dos pincéis nas palmas de minhas mãos e nas solas dos meus pés”.

Nascido e criado em contato com as artes e constante convívio com grandes músicos e interpretes da MPB, Heitorzinho dos Prazeres é reconhecidamente um “músico de linhagem”. Carrega no seu DNA o Swing inconfundível do bom Samba e a incrível capacidade de improvisação.
 
     
         
8/12/2008 - Câmara abre gabinete do Presidente para arte
5/12/2008 - Tabuleiro da Baiana, em Botafogo, sedia este sábado (6) o aniversário de Heitorzinho dos Prazeres.
2/10/2008 - Heitor dos Prazeres é homenageado em Enredo de Escola de Samba
 
   
 
  Saiba mais sobre o livro